Início / Aviação / Comissário de Voo / Um dia de voo na vida de um comissário de bordo
Aeromoças da Avianca
Aeromoças da Avianca

Um dia de voo na vida de um comissário de bordo

O tripulante deve estar sempre pronto para voar. No início de cada mês, o comissário de bordo recebe sua escala publicada com todos os voos que fará naquele mês, dias de folga e dias de sobreaviso e reserva.

Para entender melhor, o comissário de bordo pode voar até 85 horas mensais, devendo ter ao menos 8 folgas regulamentares.

Ao longo do mês o comissário de voo realizada diversas chaves de voo (programações), sendo que algumas vezes fica de sobreaviso – horas em que o comissário pode estar onde quiser, geralmente em casa, e aguarda uma ligação da escala – que pode ou não acontecer.

Caso ocorra, o tripulante terá até 2 horas para se apresentar no aeroporto para o voo.

Outro caso específico que pode acontecer na escala é a reserva, ou seja, um período de horas em que o comissário deve ficar uniformizado e disponível para a empresa aérea no DO da companhia que fica nos aeroportos.

— Empregos para comissários, pilotos e agentes de aeroporto

Dito isto, o dia-a-dia do comissário de bordo pode começar a qualquer hora e em qualquer lugar.

Antes do voo

aeromoca-internacional-azul

Aeromoça da Azul

Em um dia de voo já publicado, ainda em casa, o tripulante consulta os manuais para tirar alguma dúvida que possua acerca dos diversos procedimentos. Depois chega a hora de vestir o uniforme e de tratar de tudo o que diga respeito à sua apresentação.

É importante que o comissário de voo chegue pelo menos 5 minutos antes do horário de apresentação publicado na escala para poder ir no computador do DO bater sua matrícula e apresentar-se oficialmente.

Em seguida, é hora de procurar a tripulação do novo, normalmente já publicada na escala com as chaves de voo. Reunida a tripulação comercial (comissários), estes se apresentam aos tripulantes técnicos (piloto e co-piloto) e dirigem-se à sala de briefing para apresentação formal e breve considerações sobre o voo.

Na hora do briefing uma reunião entre toda a tripulação de cabine, liderada pelo chefe de cabine, onde são distribuídas as funções e algumas considerações sobre o jeito de trabalhar do chefe de cabine e o que ele espera de cada comissário auxiliar.

Logo em seguida, o comandante do voo fala sobre sua posição e o que espera da tripulação para o voo, complementado por informações do voo, como o número de passageiros a bordo, meteorologia, casos especiais, etc. pelo co-piloto. E eventualmente o comandante pode questionar os tripulantes quanto a procedimentos em casos de emergências, salvamentos, etc.

Preparação do avião

tripulantes-voegol

Tripulantes GOL

Terminado o briefing está tudo pronto para mais um voo: a tripulação segue junta para o avião.

Já na aeronave é preciso efetuar todos os “checks” de segurança, como por exemplo verificar se todo o material de salvamento se encontra nas devidas condições de utilização, selado e dentro dos prazos de validade.

É também efetuado um “check” da cabine para verificar se está em condições de receber os passageiros para mais uma viagem.

Na sequência são realizadas as preparações para o serviço de bordo. Isso costuma ser feito pelo comissário responsável pela galley.

É dado o embarque e a chegada dos passageiros é um dos momentos mais difíceis do voo, pois são muitas pessoas, muitas malas, por vezes acontecem assentos duplicados, overbooking, crianças e idosos, passageiros irritados com o atendimento no aeroporto, passageiros atrasados, etc.

Dicas na hora de viajar de avião: o que fazer em determinadas situações a bordo

Os passageiros acomodados é hora de fazer a demonstração de segurança.

Após a exibição em vídeo ou demonstração das instruções de segurança pelos comissários de voo, fazemos o check de cabine para verificar se todos os passageiros travaram as mesinhas, desligaram equipamentos eletrônicos e colocaram o assento na posição vertical, e claro, se não há nenhuma bagagem, casaco ou volume interditando as saídas de emergência.

Durante o voo

Já em pleno voo, os tripulantes preparam o serviço de bordo e servem aos passageiros mais ou menos rápido dependendo da duração do voo, complexidade do serviço de bordo e número de passageiros.

Em voos muito rápidos como a ponte-aérea ou um Congonhas-Curitiba, por exemplo, tudo deve ser feito muito rapidamente.

Qualquer coisa que atrapalhe o serviço de bordo como uma turbulência, passageiro reclamando de algo, etc. poderá acarretar em o comandante determinar “preparação de cabine” para o pouso sem que os comissários tenham terminado o serviço de bordo.

Aeromoça

Aeromoça | Alex Indigo/flickr

Acontece, por isso devemos ser ágeis nestas etapas, mas sempre focando em segurança. O serviço é uma cortesia!

Após servir o serviço de bordo aos passageiros, um dos comissários recolhe as embalagens e lixos deixados nos bolsões e pode acompanhar o restante da tripulação a fazer a sua própria refeição.

Em voo noturnos é importante realizar rondas a fim de evitar que passageiros passem mal sem você perceber, que casais ultrapassem os limites, fumantes não fumem, etc.

E você tem alguma dúvida sobre a profissão de comissário de bordo? Quer saber sobre alguma curiosidade? Escreva para nós!

4 Comentários

  1. Eu admiro muito a profissão de comissário de bordo e comandante. Tenho um primo q é comissário numa famosa empresa e acho o máximo, porém eu tenho medo de voar. A decolagem me traz uma sensação apavorante, a curva então… Kkk eu tenho sempre q tomar um calmante… Parabéns. Estar nas alturas todos os dias e ter responsabilidade e prestreza no cumprimento do seu dever não é para qualquer pessoa. Deus os abençoe sempre.

  2. OLDACK CARLOS

    Olá me chamo Oldack Carlos e meu sonho é ser comissário de vôo. Gostaria de me manter sempre informado a respeito da profissão até que comece a fazer o curso.
    adorei este site. Obrigado!

  3. Alessandra Angela da Costa

    Bacana a matéria! Só acho que a agência não deveria colocar fotos de algumas empresas e outras não! Um pouco tendencioso!

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*