Início / Aviação / Transporte aéreo de cargas

Transporte aéreo de cargas

Carga Aérea – Saiba mais sobre o transporte de carga aérea no Brasil, empresas de transporte de carga via aérea e tipos de carga.

O RBAC 175 estabelece os requisitos aplicáveis ao transporte aéreo doméstico e internacional de artigos perigosos em aeronaves civis e a qualquer pessoa que executa, que intenciona executar ou que é requisitada a executar quaisquer funções ou atividades relacionadas ao transporte aéreo de artigos perigosos.

Para orientar nos cumprimentos dos requisitos estabelecidos no RBAC 175 existem as Instruções Suplementares IS 175 – 001B: Orientações para o transporte de artigos perigoso em aeronaves civis e a IS-175-002A: Orientações para a formação e treinamento de pessoal envolvido no transporte de artigos perigosos em aeronaves civis.

Infraero Cargo – Sistema Carga Aérea Online

Por meio do Sistema Carga Aérea Online, é possível que os clientes se cadastrem para ter acesso às informações das cargas armazenadas nos Terminais, possibilitando o acompanhamento em tempo real do percurso da mercadoria, desde sua chegada ao Teca até o momento da sua efetiva liberação.

Além do serviço de rastreabilidade, o Sistema ainda disponibiliza Solicitação de armazenagem especial para uma determinada carga; Solicitação de vistoria antecipada da carga; Fotos da carga no momento da pesagem; e Outros cargos.

Transportadoras Aéreas – Transporte Aéreo de Cargas

Algumas empresas de transporte aéreo de cargas são as TAM Cargo, Azul Cargo, Correios, DHL, UPS, Allianz Transportes, entre outras.

 Para contratar o serviço de transporte de carga aérea é preciso conhecer um pouco sobre cada tipo de carga, divididas por categoria.

Tipos de Cargas Aéreas (Classificação)

Carga Aérea são todos os tipos de mercadorias normais, remessas consolidadas, carga de transbordo, serviços de “courier”, mala postal, mala diplomática, peças e materiais de reposição das companhias aéreas e bagagem desacompanhada, embarcada como carga em aeronave de transporte de passageiro.

De acordo com as normas da Agência Nacional de Aviação Civil as cargas aéreas devem ser manuseadas de forma diferenciada. Trato da carga aérea deverá abranger o manuseio, a identificação, a embalagem, a etiquetagem, a guarda, a estivagem, o embarque, o transporte e desembarque de artigos, incluindo os perigosos, e o transporte só poderá ocorrer de acordo com a classificação da carga perante as normas.

Toda carga aérea deve ser transportada com a documentação necessária: conhecimento aéreo – Documento formal no qual se estabelece o contrato entre o expedidor de carga e o transportador, para a prestação de serviço aéreo (necessita dos documentos legais do produto transportado).

O transporte aéreo é dividido em regional, nacional e internacional sendo ele imediato ou em longo prazo entrega de acordo com o destino. O único diferenciado e de trato especial e o internacional pois terá aumento de carga alfandegária e revista pela mesma.

– Gollog rastreamento de cargas

O tipo de carga depende de seu formato material, podendo ser carga perecível (orgânica), carga viva (animais), carga frágil (vidros), carga valor (ouro, dinheiro), carga controladas (remédios), cargas perigosas (divididas em 9 classes), carga de malotes (cartões e documentos), carga de restos mortais e exumação (defunto).

Nas asas rotativas também se enquadra o uso de transporte de cargas externas. As aeronaves podem acoplar cargas externas fixa na própria aeronave e trem de pouso. Toda carga externa devera ser devidamente autorizada para trafego pela ANAC.

Com informações da Infraero, Anac e Ebah

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*