Início / Aeroportos / Pistas de pouso e aeroportos perigosos no mundo
aeroporto-perigoso

Pistas de pouso e aeroportos perigosos no mundo

Confira imagens de alguns aeroportos excêntricos em sua localização.

Separamos nove aeroportos no mundo que exigem maior perícia do piloto por serem localizados próximo ao litoral e até mesmo ilhas.

Aeroporto de Gibraltar, no Reino Unido.

A cerca de 500 m do centro da cidade, parte da pista do aeroporto de Gibraltar foi construída sobre um aterro durante a Segunda Guerra Mundial para uso militar.

Atualmente recebe voos comerciais vindos de Portugal e do Reino Unido.

Até em dias de céu claro CAVOK, os ventos que escoam pela enorme rocha de 400m que fica em um dos lados do terminal fazem o avião balançar.

Outra particularidade não escapa aos olhos. Há uma extensa avenida que corta a pista do aeroporto. O semáforo interdita o trânsito para pousos e decolagens.

Aeroporto Funchal, na Ilha da Madeira

Pense em um aeroporto. Agora, imagine de um lado o imenso oceano atlântico. Para deixar a paisagem ainda mais exuberante imagine uma grande montanha.

É assim o Aeroporto Funchal, na Ilha da Madeira, Portugal. Para deixar o pouso ainda mais emocionante a pista é bem curta. Cerca de 2.700 m erguidos por 180 colunas, cada uma com 70 m de altura.

Construído em 1964, ganhou o Prêmio Mundial de Engenharia de Estruturas de Portugal quando completou 40 anos em operação. Além deste, ainda foi escolhido como uma das “100 Obras de Engenharia Civil do Século XX”.

Aeroporto Internacional de Barra, na Escócia.

O aeroporto de areia. Localizado em Barra, na Escócia, este aeroporto é um dos dois únicos aeroportos do mundo autorizados a receberem voos comerciais usando uma praia como pista (outro está localizado em Fraser Island, na Austrália).

Aeroportos perigosos

Continuando nossa série de aeroportos que operam em locais excêntricos citamos outros três perigosos devido sua localização:

Aeroporto de Lukla, no Nepal

Localizado a mais de 2.700 m acima do nível do mar, o aeroporto de Lukla, no Nepal, tem uma pista de apenas 527 m de comprimento, 20 m de largura e uma inclinação de 11 graus.

O aeroporto serve apenas helicópteros e aviões de pequeno porte, que pousam na pequena pista cercada de montanhas. A mais alta, com 900 m bem quase à frente de uma de suas cabeceiras dificulta pousos e decolagens.

O aeroporto também é famoso por receber turistas e esportistas nos períodos de escalada ao monte Everest.

Aeroporto de Courchevel, na França

Assim como no aeroporto de Lukla, o aeroporto de Courchevel também possui uma pista inclinada, um pouco menos, são 18,5 graus.

Construído em uma área de esqui nos Alpes Franceses, ficou mundialmente conhecido depois do filme 007 – O Amanhã Nunca Morre. A cena inicial do filme de James Bond foi filmada lá.

Aterrissar no aeroporto de Courchevel causa um baita frio na barriga, agora pior mesmo é decolar pois a visão que temos de de dentro do avião é quase nula devido justamente a inclinação da pista.

O aeroporto não recebe voos comerciais, apenas particulares.

Aeroporto de Kai Tak, em Hong Kong

O antigo Aeroporto Internacional de Hong Kong, muito conhecido como Kai Tak, foi fechado para operações em 1998.

O aeroporto de Kai Tak era considerado muito perigoso devido especialmente a dois fatores: estava demasiado próximo de zona urbana e uma das cabeceiras da pista era colada a um morro, dificultando a decolagem e/ou aproximação.

Em 1997, avião da China Airlines aterrissou com muita velocidade, atravessou a pista, parando somente no mar (foto).

Na semana que vem traremos o último artigo que completa a série dos aeroportos mais excêntricos do mundo.

Aeroportos em Ilhas

Para finalizar a série de aeroportos excêntricos, perigosos e até turísticos localizados em ilhas nas beiras do Oceano. 

Aeroporto de St. Martin, nas Antilhas Holandesas

O aeroporto de St. Martin é famoso pelas aterrissagens de grandes aviões em sua pista curta (cerca de 2.180 m).

Aberto em 1942 para fins militares, o Aeroporto Internacional Princesa Juliana começou a receber vôos civis no ano seguinte, em 1943.

Temos na seção aeroportos uma matéria especial sobre o St. Martin Airport.

Com uma das cabeceiras localizadas a poucos metros da praia, é comum que banhistas se agrupem para acompanhar a chegada das aeronaves de grande porte aterrissarem na beira da praia.

Airbus, Jumbos e outras aeronaves passam a pouco mais de 20 m por cima dos banhistas que viram turistas com tantas fotos, principalmente dos pousos.

Nas decolagens é preciso tomar cuidado e não ficar muito próximo das cercas de segurança do aeroporto.

Aeroporto Saba, nas Antilhas Holandesas

Outro aeroporto localizado nas Antilhas, o Saba apresenta como risco o local onde foi construído.

A pista está sobre a ponta rochosa da ilha que avança para o mar. Por isso, ambas as cabeceiras terminam com desfiladeiros de rochas que terminam no oceano. Não há área de escape.

Na pista há um “X” que indica que o aeroporto está fechado para a aviação comercial.

O aeroporto de Saba fica perto do aeroporto de St. Martin. De alguns pontos da ilha de Saint Martin é possível vê-lo. O Aeroporto Juancho E. Yrausquin (Saba).

Aeroporto Gustaf III, no Caribe

Este pequeno aeroporto na ilha de St. Barts, no Caribe, é também restrito para pequenos aviões devido a curtíssima pista de apenas 640m.

Está localizado na base de uma suave encosta, terminando diretamente em uma das praias do Caribe. É bonito, mas perigoso e não permite margem para erro. O pouso deve ser perfeito, pois na cabeceira há uma colina e a pista finda no mar. No entanto, há poucos registros de acidentes.

1 Comentário

  1. Muito legal os comentários, tenho o FSX e estou testando todos os aeroportos do mundo. É fantástico.
    parabéns pela reportagem Meio Aéreo.

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*