Início / Aviação / Pilotos / “Os pilotos brasileiros estão entre os melhores do mundo”
aviao-varig-congonhas

“Os pilotos brasileiros estão entre os melhores do mundo”

Piloto Comercial – Para quem já começou a ler o início da entrevista do piloto de avião sobre a profissão, a seguir terá mais informações e curiosidades sobre a carreira de um tripulante técnico.

Piloto Comercial: Como ser piloto de avião?

11- Em que a torre de comando auxilia o piloto?

Piloto de Avião: A torre de controle, bem como os serviços de radar, são responsáveis pela separação dos aviões no espaço aéreo. Como nas regiões próximas aos aeroportos há uma maior concentração de tráfego aéreo, os aviões passam a voar mais próximos uns dos outros. Cabe à torre de controle informar e calcular a separação entre os aviões.

Muitas pessoas têm uma ideia muito errada do que é a torre de controle. Em filmes de avião, vemos controladores na torre e pessoas que estão na cabine dando “dicas” aos pilotos para pousarem, que botão apertar e outras coisas. Isso é besteira. O responsável pelo voo e pelo que fazer na cabine é o piloto do avião. Tanto é verdade que, na maioria dos aeroportos no Brasil e no mundo inteiro, não há torre! Nesse caso, a separação entre os aviões em voo é feita pelos próprios pilotos via rádio. Somente os aeroportos (código IATA) com um grande fluxo de tráfego aéreo possuem torre de controle.

Leia: Controladores de Voo, um grito de socorro!

O que significa aeroporto operado por aparelhos? Qual é a importância da torre de comandos para os aviões que estão no solo ou no céu?

O termo correto é operação por instrumentos. A operação por instrumentos tem como finalidade auxiliar os pilotos a pousar, decolar e navegar em segurança quando as condições meteorológicas não são favoráveis ao voo visual, ou seja, quando há mau tempo, chuva, nevoeiro ou nuvens muito baixas, não conseguimos enxergar o chão nem o aeroporto. Por isso, nos aeroportos, contamos com aparelhos eletrônicos e, nos aviões, com instrumentos que nos permitem saber exatamente onde estamos mesmo quando não conseguimos enxergar nada. Obviamente, existe uma altitude mínima em que o piloto, quando está aproximando-se para pouso por instrumentos, deverá avistar a pista e prosseguir para o pouso visual.

Leia: Voo por Instrumentos

12- Como você se sente em um avião com outro profissional pilotando?

Piloto de Avião: Como conheço bem a qualidade do treinamento que as empresas dão aos aviadores, sinto-me tranqüilo.

Quantos passageiros cabem em um avião? O que é táxi-aéreo?

Isso depende do tamanho do avião. Existem aviões que têm espaço apenas para o piloto, mas há grandes aviões de transporte que podem levar aproximadamente 500 pessoas!

Empresas de táxi-aéreo são aquelas que possuem aviões e helicópteros para fretamento (aluguel). Elas têm a mesma programação de treinamento e segurança das grandes empresas aéreas.

13- Você é responsável por sua vida e pela de muitas pessoas que estão com você durante uma viagem ou um voo. O que tem a nos dizer sobre essa responsabilidade?

Piloto de Avião: Esse comentário é correto. Toda e qualquer operação envolvendo aviação tem como base a segurança. Nossos treinamentos, avaliações e exames médicos são realizados com essa finalidade. Mas existe algo que devemos ter ao tomarmos uma decisão, que é bom senso, pois, normalmente, temos muito pouco tempo para avaliar uma situação e tomarmos a atitude correta. A segurança deve estar sempre em primeiro lugar.

14- Você já presenciou algum acidente de avião? Como foi? Qual é o maior perigo dos ares?

Piloto de Avião: Há alguns anos, presenciei um acidente em Curitiba. O piloto já havia tocado a pista no pouso quando uma das pernas do trem de aterrissagem destravou e se recolheu. Felizmente, não houve feridos. Eu considero como os maiores perigos a falta de manutenção nos aviões e a negligência quanto ao treinamento dos tripulantes. Felizmente, no Brasil, existe uma cultura aeronáutica muito responsável, e nossos índices de acidentes são baixos.

Você já sofreu algum acidente aéreo? Como foi? Já aconteceu algum acidente com você e o avião?

Felizmente, nunca me envolvi em nenhum acidente ou incidente aéreo.

Você já passou por alguma situação de perigo enquanto pilotava?

Não posso considerar como situação de perigo. Digamos que uma parada de motor é uma situação delicada.

Qual foi a maior falha mecânica vivenciada e superada por você? Você já teve problemas mecânicos com o avião que pilotava? Como foi? O avião já falhou em pleno voo? Conte-nos uma situação de perigo que você viveu nas alturas e sobre como você se saiu. Você já passou por momentos difíceis no ar? Alguma vez em que estava voando você teve algum problema com a aeronave?

Uma parada de motor em uma decolagem com um bimotor. Estava transportando carga. Mas consegui retornar ao aeroporto e pousar.

15- Cite um momento em que você sentiu medo durante um voo.

Piloto de Avião: Em situações de emergência, não sentimos exatamente medo, mas um alerta total. Tentamos de todas as formas resolver o problema o mais rápido possível. Depois de tudo resolvido, pode ser que exista um “friozinho na barriga”, pois também somos seres humanos.

Você vivenciou algum pouso de emergência? Alguma vez você ficou sem combustível durante o voo? Você já realizou alguma manobra superperigosa, tendo de fazer um pouso forçado?

Não.

Você já cometeu algum erro em seu trabalho? Qual?

Existe sempre a possibilidade de uma distração fazer com que o piloto cometa um erro. Felizmente, nunca cometi nenhum erro que comprometesse a segurança do voo.

Em alguma viagem conduzida por você, aconteceu de um passageiro passar gravemente mal?

Não, mas temos treinamento de primeiros socorros para o caso de isso acontecer.

Você já teve medo de deixar o avião cair?

O avião não despenca do céu, como a maioria das pessoas pensa. Ele é muito estável. Eu nunca tive medo, pois sei como o avião funciona e por que ele voa.

Qual é o seu maior medo?

Não poder voar.

Quais são as manobras que você mais gosta de fazer?

O voo inteiro é legal, mas o que eu mais gosto é do pouso. Existem as manobras acrobáticas, de que também gosto, mas essas só devem ser feitas em aviões especialmente fabricados para acrobacia.

O que você considera mais perigoso em sua profissão?

A falta de manutenção e de treinamento.

Você já salvou vidas?

Nunca trabalhei como piloto em empresas de resgate aéreo, mas gostaria muito de fazer isso.

Quais são os perigos que o piloto de avião enfrenta?

Nossa profissão não é perigosa; pelo contrário, é muito segura.

Durante um voo, você já enfrentou alguma turbulência?

Em quase todo voo, de alguma forma há turbulência. Ela não deve ser considerada como algo perigoso. É desagradável para os passageiros, que, como não estão acostumados, podem enjoar e ficar com medo de avião. Podemos comparar a turbulência ao sobe e desce das ondas num passeio de barco. Mas existe um certo nível de turbulência, conhecido como turbulência severa, que evitamos a todo custo. Normalmente, está associado a nuvens de tempestade, das quais sempre desviamos.

Já aconteceu algum assalto ou sequestro em um voo em que você pilotava?

Não.

Você já teve de se ejetar? Em que caso se costuma fazer isso?

Os assentos ejetores são usados por pilotos militares em aviões de caça. Como sou piloto civil de transporte, os aviões em que voo não possuem esse equipamento e, obviamente, nunca os utilizei.

16- A quantos metros do chão um avião pode voar? Que velocidade um avião pode atingir? Qual é a maior altitude que um avião pode atingir?

Piloto de Avião: Existem aviões militares que atingem mais de 25 km de altura e mais de três vezes a velocidade do som.

Qual foi a maior altura em que você conseguiu voar?

Dez mil metros.

Você nunca teve medo de altura?

Não.

Até quantos pés de altitude consegue voar o avião que você pilota?

33 mil pés (dez mil metros).

Qual foi a distância máxima em que você já pilotou?

Em um voo sem paradas para reabastecer, já percorri 1.600 km.

Em que camada da atmosfera vocês voam?

A maioria dos aviões voa na troposfera, mas alguns atingem a tropopausa em algumas latitudes do globo terrestre.

17- Você pertence ou gostaria de pertencer à Esquadrilha da Fumaça?

Piloto de Avião: A Esquadrilha da Fumaça pertence à Força Aérea Brasileira, portanto, é militar. Como sou piloto civil, não posso fazer parte dela. Mas é claro que voar fazendo acrobacias em esquadrilha, como esses profissionais fazem, é o sonho de qualquer piloto.

Quando foi a última vez que você fez acrobacias?

O último voo de acrobacia que fiz aconteceu em agosto.

18- Quantas horas de voo um piloto precisa ter para poder voar em um Boeing? Você já pilotou um Boeing?

Piloto de Avião: Teoricamente, um piloto com 150 horas de voo pode fazer parte da tripulação de um Boeing, mas as companhias aéreas exigem, em média, 1.500 horas. Tenho, hoje, 3.000, mas ainda não tive a oportunidade de pilotar esse tipo de avião.

Qual foi o maior avião que você já pilotou?

Estou em treinamento num avião francês chamado ATR42, com capacidade para 50 pessoas.

19- Como é pular de pára-quedas? O que as pessoas sentem quando pulam? E quanto tempo depois de saltarem do avião o pára-quedas demora para se abrir?

Piloto de Avião: O salto de pára-quedas é uma das experiências mais fantásticas que eu tive em minha vida. Normalmente, ele é realizado a 4 ou 5 mil metros de altitude, o que permite uma queda livre de aproximadamente 30 segundos.

Alguma vez, durante um salto de pára-quedas, você passou por algum “apuro”? Já aconteceu de você se prender ou de quebrar a corda do seu pára-quedas?

Nunca tive nenhum acidente ou problema no pára-quedismo.

20- Como o Brasil está em relação aos avanços da tecnologia aérea se for comparado aos países de Primeiro Mundo?

Piloto de Avião: Em relação à qualidade de treinamento e pilotagem, os pilotos brasileiros estão entre os melhores do mundo. Na aviação comercial, as empresas aéreas brasileiras estão modernizando suas frotas, adquirindo aviões mais novos, com projetos de vanguarda. Temos ainda uma indústria que é um orgulho nacional chamada Embraer, que produz jatos de transporte que são exportados para todos os continentes.

Na aviação militar, o país está em desvantagem em relação aos países de Primeiro Mundo. O governo federal tem um projeto que se inicia no próximo ano de modernização e ampliação da frota de aeronaves da Força Aérea Brasileira, para que assim, o Brasil possa ter proteção e manter a soberania aérea em nosso território.

Foto: Zé Barreta

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*