Início / Aeroportos / Qual o melhor aeroporto do Brasil?
Aeroporto dos Guararapes, em Recife, foi eleito o melhor de 2015.
Aeroporto dos Guararapes, em Recife, foi eleito o melhor de 2015.

Qual o melhor aeroporto do Brasil?

Aeroporto de Recife é o melhor do Brasil, afirmam passageiros

A maioria dos terminais avaliados recebeu notas acima de quatro, numa escala de um a cinco. Brasil é o quarto maior mercado do mundo em voos domésticos, de acordo com organização internacional

Por Amanda Lavor

O Aeroporto Internacional dos Guararapes Gilberto Freyre, em Recife (PE), foi eleito o melhor do país pelos passageiros no Prêmio Aeroportos + Brasil 2015, realizado pela Secretaria de Aviação Civil (SAC) e divulgado nesta quarta-feira (8).

O aeroporto de Recife foi o preferido de 64.539 passageiros de voos domésticos e internacionais, entre 15 aeroportos brasileiros de grande movimentação que estavam na disputa. O objetivo é estimular a melhoria da prestação de serviços aeroportuários, visando a satisfação de usuários de transporte aéreo.

O Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, foi escolhido o melhor em quatro das nove categorias da premiação: check-in mais eficiente, aeroporto mais confortável, aeroporto mais cordial e raio-x mais eficiente.

Já o Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhas, na região metropolitana de Curitiba (PR) recebeu o prêmio de aeroporto com mais facilidades.

O Aeroporto Santos Dumont (RJ), o de restituição de bagagem mais eficiente; Confins (BH), o de serviço público mais eficiente e São Gonçalo do Amarante (RN) foi premiado como o aeroporto mais limpo.

A assessora especial do Ministério do Turismo, Helena Costa, esteve presente na premiação. Para ela, as questões avaliadas na pesquisa são essenciais para o desenvolvimento do setor turístico, e se torna ainda mais importante por usar como referência a opinião dos próprios passageiros. “O prêmio é extremamente valioso na perspectiva do turismo, pois trata de aspectos fundamentais para a experiência dos viajantes no começo e no final da viagem”, disse.

O Brasil é o quarto maior mercado do mundo em voos domésticos, atrás de Estados Unidos, China e Japão, de acordo com a Organização de Transporte Aéreo Internacional (IATA). O avião é o meio de transporte que mais cresce na preferência dos turistas.

Segundo dados do Ministério do Turismo, o avião deve ser o meio de transporte usado por 60,4% dos brasileiros que pretendem viajar nos próximos seis meses.

O ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, abriu a cerimônia de entrega dos prêmios e destacou o desempenho acima da média da maioria dos aeroportos. De acordo com ele, os resultados são satisfatórios não apenas para os vencedores de cada categoria, mas para o sistema como um todo: oito dos 15 terminais avaliados receberam notas acima de quatro, numa escala de um a cinco.

Segundo a SAC, entre 2011 e 2014 foram investidos R$ 13,4 bilhões em infraestrutura aeroportuária. A ampliação física dos aeroportos atende à demanda crescente de colocar o Brasil entre os países que oferecem suporte adequado à circulação de bens e mercadorias transportados por avião.

Prêmio Aeroportos + Brasil 2015

O objetivo da SAC com esse prêmio é enaltecer os aeroportos melhor avaliados pelos passageiros, visando estimular a melhoria da prestação de serviços aeroportuários, orientados para a satisfação dos usuários do transporte aéreo.

Qual o aeroporto que tem o check in ou a inspeção de segurança mais eficiente? E qual o mais confortável e com os funcionários mais cordiais? Qual o mais limpo ou o que possui mais facilidades aos passageiros, além de ter a melhor prestação de serviços públicos? Enfim, qual é, na opinião do público, o melhor aeroporto do Brasil?

Para chegar às nove categorias, a SAC agrupou os indicadores com maior afinidade entre os 48 itens que fazem parte da Pesquisa de Satisfação Geral do Passageiro, realizada a cada trimestre. Todos os indicadores entraram no prêmio. Os aeroportos vencedores receberão um troféu e um certificado, mas o ganho maior é de imagem. Eles poderão fazer artes gráficas e expor o prêmio em suas dependências.

“Entre 2011 e 2014, cerca de 80 milhões de brasileiros começaram a ter o privilégio de ler nos aeroportos aquela placa perto dos tapumes em que o operador aeroportuário se desculpa pelo transtorno. O número representa o aumento da capacidade de atendimento dos nossos aeroportos durante esse período, com a eficácia retratada nas pesquisas. Estamos no rumo certo. Assim, com o perdão pelo transtorno, mas com a alegria pelo já conquistado também posso garantir que estamos trabalhando para melhor atendê-lo”, definiu o ministro Eliseu Padilha.

As perguntas constantes da entrevista contemplam os indicadores qualitativos descritos nas nove categorias e seguem a escala de avaliação de 1 a 5, sendo 1 para a menor avaliação possível e 5 para a maior avaliação possível. A distribuição amostral das entrevistas considera a distribuição de passageiros prevista para os extratos de embarque e desembarque doméstico e internacional.

***

AEROPORTOS PARTICIPANTES

Aeroporto de Congonhas – São Paulo (SP)
Aeroporto Internacional Afonso Pena – Curitiba (PR)
Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim/Galeão – Rio de Janeiro (RJ)
Aeroporto Internacional de Viracopos – Campinas (SP)
Aeroporto Internacional Deputado Luís Eduardo Magalhães – Salvador (BA)
Aeroporto Internacional dos Guararapes Gilberto Freyre – Recife (PE)
Aeroporto Internacional Eduardo Gomes – Manaus (AM)
Aeroporto Internacional André Franco Montoro – Guarulhos (SP)
Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves – São Gonçalo do Amarante (RN)
Aeroporto Internacional Marechal Rondon – Cuiabá (MT)
Aeroporto Internacional Pinto Martins – Fortaleza (CE)
Aeroporto Internacional Presidente Juscelino Kubitschek – Brasília (DF)
Aeroporto Internacional Salgado Filho – Porto Alegre (RS)
Aeroporto Internacional Tancredo Neves – Confins (MG)
Aeroporto Santos Dumont – Rio de Janeiro (RJ)

Com informações da SAC | Foto: Infraero

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*