Início / Aeroportos / LATAM é a nova gigante do setor aéreo latino-americano
Avião com a nova pintura LATAM
Avião com a nova pintura LATAM

LATAM é a nova gigante do setor aéreo latino-americano

Fusão entre a brasileira TAM e a chilena LAN faz do grupo o maior operador de Airbus da região.

Veja como essa medida afeta o passageiro fidelidade.

Desde o início de maio uma mudança pode ser notada nos aeroportos brasileiros: aos poucos a identidade visual da TAM é substituída pela nova marca LATAM, resultante da fusão entre a TAM e a LAN.

Originário de um acordo firmado em 2012, o grupo LATAM já nasce como o maior operador da categoria Airbus na América Latina.

Além das mudanças visuais, que devem ser concluídas até 2018, a nova companhia trabalha para ajustar os detalhes da associação como a padronização de protocolos, serviços e programas de milhas.

A princípio, a mudança pode causar estranheza nos passageiros habituados à antiga marca brasileira, porém, as novas medidas propostas com a integração dessas gigantes do setor aéreo podem beneficiar os passageiros, trazendo maior competitividade ao setor e mais vantagens aos clientes fidelidade.

Busque vagas de emprego no site da LATAM

Aviação na América Latina

As cifras do holding devem render ao novo grupo lucros impressionantes: a estimativa é que o valor bruto da transação gire em torno de 700 milhões de dólares, o que justifica a pretensão da companhia em tornar-se uma das maiores operadoras do mundo até 2018.

O conglomerado responsável pela LAN Airlines, TAM Airlines e suas respectivas afiliadas em diversos países da América do Sul também amplia a rede de destinos comerciais para 135 destinos diferentes em cerca de 24 países enquanto o serviço de transporte de carga está disponível para 145 destinos em 27 países.

Apesar de representar um grande desafio, uma vez que o Brasil apresenta forte queda no número de passageiros nos últimos anos devido à crise econômica, números preliminares divulgados no fim do último ano pela companhia apontam um cenário animador quanto ao mercado latino americano: a taxa de ocupação nos países onde as subsidiárias da empresa operam cresceu quase 26% em comparação com o período anterior, representando aumento da demanda doméstica em países como Argentina, Peru, Colômbia, Chile e Equador.

LATAM está contratando comissários para a base Lima, no Peru

Mesmo diante da queda na ocupação dos voos nacionais enfrentada por todas as companhias brasileiras, a operadora espera transportar mais de 60 milhões de passageiros por ano em função da fusão, que além de ampliar a oferta de destinos, eleva a frota para mais de 300 aeronaves.

Para o setor aéreo brasileiro, a notícia pode refletir na confiança do consumir, de acordo com Francisco Lobo da Cash Milhas “A expectativa é que esse crescimento operacional aumente competitividade no mercado nacional e, por consequência, resulte em preços mais atraentes.

Além disso, clientes de programas de fidelidade são consideravelmente beneficiados através da fusão de grandes companhias, pois tem as vantagens da associação ampliadas. Essa medida é capaz, inclusive, de motivar o consumidor a voltar a viajar, fator essencial para que a taxa de ocupação de voos nacionais volte a crescer.” – explica.

LATAM Fidelidade: as mudanças no programa de milhas aéreas

Programa de milhas aéreas: como funcionam?

Uma das principais preocupações dos clientes habituais da brasileira TAM se refere ao popular programa Fidelidade e outros benefícios próprios do modelo de serviço da companhia.

Desde 1° de abril, o antigo programa foi substituído pelo LATAM Fidelidade que, a princípio, traz mudanças sutis que se estendem à nomenclatura e identidade visual dos planos. Porém, a intenção da companhia é ampliar as vantagens do programa. Veja os principais pontos dessa mudança e os novos benefícios ofertados aos clientes:

  • A parceira Multiplus segue como habitual, nenhum procedimento foi alterado e os clientes podem continuar acumulando e transferindo pontos para o programa da maneira usual;
  • A nomenclatura das categorias do TAM Fidelidade também foram padronizados: agora, a antiga categoria TAM Branco passa a se chamar LATAM, antiga TAM Azul passa a se chamar LATAM Gold, o TAM Vermelho se torna LATAM Platinum, o TAM Vermelho Plus passa a se chamar LATAM Black e o antigo TAM Black, por sua vez, passa a se chamar LATAM Black Signature;
  • Os benefícios da aliança Oneworld, parceria entre 15 grandes companhias áreas mundiais e mais 30 afiliadas, também se estendem à alguns planos do LATAM Fidelidade: dentro dessa modalidade, o LATAM Gold tem o status Ruby, a categoria LATAM Platinum tem o status Sapphire, e as categorias LATAM Black e Black Signature se encaixam no perfil Emerald da Oneworld;
  • Será mais fácil e rápido subir de categoria: nos voos domésticos (inclusive conexões) serão pontuados por trecho, aumentando as chances de pontuação. Além disso, o programa passa a considerar, além do perfil de tarifa escolhido, o valor da passagem: a partir de agora, cliente fidelidade receberá 2 pontos Multiplus para cada real pago pelo bilhete, enquanto nas categorias tarifárias Flex, Top e Relax, a pontuação será de 3 pontos para cada real pago;
  • Outra alteração significativa se refere ao Upgrade de Cabine Cortesia. Antes disponíveis apenas as categorias mais altas do TAM Fidelidade, a vantagem agora se estende aos clientes LATAM Gold e Platinum (antigos TAM Vermelho Plus e Black, respectivamente), desde que a modalidade tarifária seja Flex ou Plus;
  • O sistema ainda prevê nova bonificação para o upgrade de categoria, concedendo cupons de crédito (variáveis de acordo com a modalidade), sempre que o cliente subir de nível. Em contrapartida, clientes das categorias mais altas, Black e Black Signature, deverão manter, respectivamente, 06 e 12 trechos em classe executiva para não sofrerem down grade;
  • O upgrade de cabine para os perfis elegíveis passará a ser confirmado 12 horas antes do voo; e
  • Além do aprimoramento dos serviços online, permitindo ao cliente executar diversos procedimentos através da internet, a integração com o sistema Multiplus permitirá sua identificação através do CPF, que passará a ser seu número fidelidade.

Ainda em fase de transição, algumas mudanças estão sendo implantadas gradativamente, porém, desde abril as novas regras e modalidades já estão em vigor para os clientes fidelidade.

A estreia oficial da LATAM como operadora de voos em território nacional aconteceu em 1° de maio e já entrou para história: a companhia foi responsável pelo transporte da tocha olímpica de Genebra ao Rio de Janeiro, cidade sede dos jogos. Porém, o primeiro voo comercial aconteceu apenas 4 dias depois, partindo de São Paulo com destino à Santiago do Chile, iniciando, de fato, as operações na nova companhia no Continente.

2 Comentários

  1. Jeremias de Paula Morato

    Êta! O seu artigo me fez lembrar que ha tempos não viajo e muitas das minhas milhas já devem estar expirando. Além disso, preciso ler o novo regulamento de milhagens.

  2. Rubiana Alves Moreira

    Mais uma mudanças no regulamento de milhas. Já perdi tantas por nunca entender direito. Às vezes desconfio que são as própria companhias aéreas que dificultam o uso de milhas.

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*