Início / Viagens / Dica de 3 cursos para trabalho voluntário no exterior

Dica de 3 cursos para trabalho voluntário no exterior

Trabalhar no exterior em algum trabalho voluntário pode ser uma forma de deixar o curso de idioma mais barato durante intercâmbio cultural.

Além disso, você ainda ajuda outras pessoas em Projetos Sociais ou ONG´s e também poderá usar como aprimoramento no seu currículo.

Ao pensar em fazer intercâmbio, muitas pessoas escolhem realizar um trabalho voluntário no exterior.

Atualmente, os programas são em áreas variadas: cuidar de animais em zoológicos, atuar em projetos ambientais nos parques nacionais, trabalhar em hospitais, em creches ou orfanatos com crianças, entre outros.

O que motiva uma pessoa a escolher pelo voluntariado é a oportunidade de vivenciar uma experiência internacional de forma mais aprofundada.

“A vivência do voluntariado traz crescimento pessoal e ainda agrega ao currículo, já que muitas empresas dão grande valor ao trabalho no terceiro setor”, explica o gerente de produtos da CI, Eduardo Frigo.

monges-tailandia

A Ásia é um dos principais destinos para a pessoa se dedicar ao voluntariado enquanto desenvolve a fluência em outro idioma.

Segundo o gerente da CI, empresa de intercâmbio e turismo jovem do país, com o trabalho voluntário o intercambista desenvolve outras características, como o altruísmo e o autoconhecimento, além de ajudar o próximo.

“Nesse tipo de programa, muitas vezes, as pessoas moram no alojamento da própria organização, logo entram em contato com pessoas de todo o mundo e são capazes de conhecer de forma mais funda as mazelas sociais e a cultura local”, destaca Frigo.

A CI tem parcerias com organizações de países da Ásia, da África e da América do Sul que fazem a seleção das ONGs e das instituições que precisam de ajuda.

“Os programas geralmente de curta duração, entre duas e 12 semanas, mas que proporcionam uma experiência singular e que é muito valorizada pelas empresas, já que demonstra que a pessoa é capaz de se adequar às diversidades sociais e culturais”, explica Frigo.

Os países asiáticos, como Nepal, Sri Lanka e Tailândia, estão entre os destinos mais procurados. “O voluntário não paga para trabalhar, mas paga pelos serviços e estrutura oferecidos pela organização já que o pacote da viagem inclui acomodação, suporte local 24h, treinamento, entre outras coisas”, explica o gerente. “O perfil de quem procura esse tipo de intercâmbio é de jovens acima de 18 anos, que muitas vezes buscam mais do que um envolvimento cultural, mas emocional também”, concluí Frigo.

Para quem pretende fazer trabalho voluntário, a agência oferece passagem aérea humanitária. É uma forma mais barata de viajar e fazer um curso no exterior. Destinos como Nova Delhi, na Índia, por exemplo, custa em torno de US$1.140,00.

Programas de Trabalho Voluntário na Ásia

  1. Monk Teaching Project in Thailand (Chiang Mai) – O trabalho é em Centros de Educação para Monges. O voluntário vai atuar ensinando matemática, inglês, artes e habilidades sociais. Os monges tem idade entre 8 e 25 anos e diferentes níveis de escolaridade;
  2. Elephant Village in India (Jaipur) – Neste programa, os voluntários vão cuidar e preparar comida para os elefantes. Além disso, vão ensinar crianças que nunca estiveram numa escola e capacitar as mulheres da região.
  3. Fishermen in Portuguese Colony of Goa – Os voluntários vão trabalhar com crianças que costuma recolher lixo das praias para vendê-lo posteriormente. Neste projeto, os voluntários são responsáveis por motivar as crianças a voltarem aos estudos. Eles vão ensinar matemática por meio de jogos, línguas, e temas importantes como a questão da higiene.

Fonte: Dezoito | Fotos: Divulgação

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*