Início / Aviação / Controladores de Voo – SOS

Controladores de Voo – SOS

Portal Meio Aéreo para Delta, Mike, Bravo 777! Atenção! Precisamos entrar em contato com o maior número possível de pessoas ligadas à aviação e à imprensa, para que possamos abrir um diálogo. Pedimos ajuda!

Sim, ajuda de vocês. Para que possamos deixar claro o que ocorre dentro das salas de controle em todo o Brasil e qual a situação do controle de tráfego aéreo hoje em dia.

Equipamentos ultrapassados colocando em risco a segurança do tráfego aéreo. Frequências passíveis de falha. Equipamento pouco confiável, que se parar de funcionar, fará com que fiquemos sem a visualização do radar, sem o sistema de planos de voo e até sem frequência.

Somado a isto, uma cadeia de comando que não nos permite reivindicar melhorias nesse sistema. Falta de um backup de informações, para que seja usado no caso de uma queda no sistema. Estrutura engessada e falta de funcionalidade.

Esses são alguns dos tópicos que peço para que analisem junto conosco. Não estou querendo dizer que isso ocorre todos os dias, porque seria mentira. Mas há grande quantidade de relatos das situações acima descritas. Estou querendo chamar a atenção para uma situação que logo, logo poderá nos colocar frente a um novo acidente aéreo, infelizmente.

Todo aquele episódio do acidente da GOL, a crise, o motim, as discussões, fez com que uma boa parte da mídia, da população e, principalmente, dos pilotos, ficassem contra os controladores. Peço que revejam os conceitos e nos ajudem. Reflitam. Juntem-se a nós para que possamos trabalhar em situações melhores. Não falo em questão de salário, mas em questão da infra-estrutura que não temos e da quantidade excessiva de trabalho.

Peço que visitem os órgãos de controle, principalmente os Centros de Controle de Área (CINDACTAs), para que possam conhecer nosso serviço, para que acompanhem com os próprios olhos o que acontece e as situações que nos deparamos. Mas não venham apenas olhar de longe. Puxem uma cadeira, e sentem ao lado de um controlador por pelo menos 20 minutos, em um horário de pico.

Vejam a situação com os próprios olhos e tirem suas conclusões. Vejam o que é ter a responsabilidades de 15 aeronaves ao mesmo tempo, não podendo confiar 100% na visualização nem nas frequências. E, o pior de tudo, o medo. O medo de acontecer um acidente. O medo de ser condenado inocentemente, como aconteceu com nossos colegas, no caso à época do acidente da GOL.

Infelizmente, a visita a estes Centros pode ser barrada pelo comandante da unidade, geralmente um Oficial-General. Mas, me diga: – nunca tiveram esta curiosidade? Tentem e se todos começarem a tentar visitar e não conseguirem autorização, voltem aqui neste artigo e vamos questionar o porquê disso!
Todos nós (controladores de voo) trabalhamos com muito empenho, com muita dedicação. Nos esforçamos ao máximo. E todos gostamos muito do que fazemos na profissão.

É, assim como o trabalho de um piloto, de um comissário de voo, de um técnico em manutenção aeronáutica ou mesmo um agente de aeroporto, um trabalho inigualável, incomparável. Mas, infelizmente, sem condições, muitos estão deixando a profissão, fazendo cursos superiores, prestando concursos, para seguir em uma carreira nova, pois, por mais que gostemos do controle de tráfego aéreo, há poucas condições humanas em continuar trabalhando. Receio que em pouco tempo, muitos comecem ir embora e tenhamos apenas recém-formados, sem experiência, para controlar um espaço aéreo brasileiro que não pára de crescer. O que será um problema a mais. A situação é caótica!

Por favor, eu peço. Nos ajudem. Se não puderem fazer nada agora, pelo menos visitem os Centros e sentem ao lado de um controlador, como disse anteriormente. Se não permitirem a visita, questionem o motivo, tentem pressionar. Desse modo, com a interação entre vocês e os controladores, todos terão uma visão ampliada e real do que realmente acontece, sem nenhuma manipulação, mentira ou exagero.

Portanto, gostaríamos de convidar à Equipe de Controladores que também utilizem este espaço escrevendo sobre a situação em que trabalham.

Faça parte deste debate! Nos ajudem a difundir a idéia da visita aos órgãos operacionais. Mas como eu disse anteriormente, não aquela visita tipo “aquário”, onde você vê de longe o controlador e alguém te fala o que ele faz. Sente ao lado dele. Com certeza, será muito bem recebido. Será um prazer enorme ter você ao nosso lado.

Precisamos de ajuda! Aeronautas, aeroviários e passageiros, nos ajudem a salvar vidas!! Nos ajude a evitar um novo acidente e a deixar claro para a população brasileira nosso papel, nosso trabalho.

Obrigado!

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*