Início / Aviação / Comissário de Voo / Comissário de Bordo dá dicas para seguir na carreira

Comissário de Bordo dá dicas para seguir na carreira

Comissário de Bordo “Eu sempre tento encantar o passageiro e deixá-lo bem confortável durante voo, assim não ganho um cliente e sim um novo amigo.” Conheça o comissário Carlos.

O comissário de voo Carlos, 33 anos, nasceu em São Paulo e mora em Vargem Grande Paulista (Grande São Paulo). É comissário há 8 anos e trabalha na TAM há mais de três anos. Confira a entrevista!

Por que você resolveu entrar no mundo da aviação? Quando decidiu que gostaria de se tornar comissário de bordo?
Decidi após uma viagem à Disney. Adorei o glamour da profissão, mas o sonho não era ser comissário e sim piloto, mas a vida só me deu possibilidade de ser comissário. Estou muito feliz com a profissão e realmente nasci para fazer isso.

Logo depois que você se formou, já começou a mandar currículos? Demorou em entrar para uma companhia aérea?
Sim, imediatamente depois do curso. Esperei minha oportunidade por 7 anos.

A profissão era o que você esperava?
Exatamente oque eu sonhava.

Você não tem medo de voar? Já passou por alguma situação complicada durante algum voo?
Não tenho medo. Graças a Deus ainda não, e espero permanecer assim.

O que é mais fácil e mais difícil em ser tripulante de cabine?
Nada nessa profissão é fácil. O difícil é ficar muito tempo distante das pessoas que amamos.

Como é o relacionamento entre comissários de voo, pilotos e co-pilotos?
O relacionamento entre a tripulação comercial é muito fácil, mas tem uns sem noção, acham que o serviço é só servir refrigerante e esquecem que somos técnicos em segurança. Quanto ao relacionamento com os técnicos, ele é muito fácil e agradável.

Quando e pra onde foi seu primeiro voo?
Em 1987 para a Disney como passageiro, agora como tripulante foi em agosto de 2008 para Montevidéu  estava fazendo parte da tripulação, esse é um voo que guardo como o melhor de minha vida.

Qual o voo foi mais marcante pra você até agora? Porque?
Como disse na resposta anterior, foi meu primeiro voo como tripulante, a tripulação foi maravilhosa e o voo muito tranqüilo.

Também tive um voo para São José do Rio Preto que jamais irei esquecer, onde eu conheci minha grande amiga que até então era só virtual. Assim que pousamos lá estava a Juliana e o Paulo, duas pessoas que eu amo de paixão e posso dizer que tenho como grandes amigos, compartilhamos do mesmo sonho, voar!

Tem ideia de para quantas cidades/países já voou?
Já perdi a conta. (risos)

Qual o seu destino favorito? E qual destino que mais voou?
Buenos Aires. Eu adoro ir para a Argentina. E atualmente tenho feito muito Rio de Janeiro e Brasília.

Teve alguma situação que mais marcou para você?
Sim, sempre me marca quando o passageiro está voando pela primeira vez, isso me encanta; Eu sempre tento encantar o passageiro e deixá-lo bem confortável durante voo, assim não ganho um cliente e sim um novo amigo.

Quanto tempo você fica em uma cidade? Quanto tempo fica longe de casa?
Depende muito do pernoite, mas geralmente ficamos 12h, mas tem pernoites (inativo) que ficamos 24h.

E manter um relacionamento, é possível?
Sim tudo é possível quando amamos.

Mande um recado para os que, assim como você, querem se tornar tripulante.
Primeiramente é um prazer enorme falar para vocês, que assim como eu têm esse sonho maravilhoso. Digo só uma coisa:

A dedicação é fundamental para ser comissário.
Amar o próximo e tratá-lo como você gostaria de ser tratado.
Fé sempre. Quando Deus fecha uma porta ele sempre deixa uma janela aberta.
Quem acredita chega lá, por mais duro que seja o caminho a percorrer, não desista jamais.

Abraços, comissário Carlos!

Agradecemos ao comissário Carlos, da TAM Linhas Aéreas. | Foto: Google Images

1 Comentário

  1. Gildásio Cavalcante da Silva

    Olá Tenho 1,64 posso fazer o curso de comissário de bordo/voo vou começar investir nos cursos de inglês e espanhol mas me preocupo muito com minha altura por verificar informações sobre a altura para comissários homens.

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*