Início / Viagens / Carnaval nas ruas de Belo Horizonte (BH)
bh-carnaval-2015

Carnaval nas ruas de Belo Horizonte (BH)

Quem disse que o Carnaval 2015 em Belo Horizonte não terá blocos animados pelas ruas? Os desfiles de blocos arrastaram milhares de pessoas no sábado e domingo e promete muito mais até o fim do carnaval.

A programação do Carnaval de BH 2015 para o próximo final de semana promete ampliar e diversificar a folia nas ruas de BH.

Nos próximos finais de semana, o Carnaval de rua de BH terá o desfile da Banda Mole, em seu 40.º ano, e a apresentação de artistas locais nos palcos das regionais do Barreiro, Oeste, Noroeste, Norte e Venda Nova. Serão mais de 40 blocos com milhares de pessoas, todas em festa pelas ruas da cidade.

– Veja também: Carnaval 2015 no interior de São Paulo

No último final de semana (31 de Janeiro e 01 de Fevereiro), oito blocos desfilaram pelas ruas dos bairros Cruzeiro, Savassi, São Pedro, Caiçara, Floresta e Funcionários em Belo Horizonte. Na zona sul, três blocos fizeram a diversão de moradores e visitantes. “É carnaval, deixa o meu bloco te levar!” O refrão do samba do Bloco Trema na Linguiça, puxado por Fabinho do Terreiro, foi um apelo irresistível.

Concentrados na frente do Clube Mackenzie, desde às 11 horas da manhã de sábado (31/01), os foliões não somavam duzentos. O desfile começou por volta de uma e meia da tarde, e à medida que percorreu as ruas Benvinda de Carvalho e Paulo Simoni, no Santo Antonio, e as avenidas Getúlio Vargas e Cristóvão Colombo, na Savassi, agregava mais e mais pessoas, para finalmente ganhar a rua Lavras, no São Pedro, com mais de mil foliões de todas as idades.

O percurso, debaixo de sol a pino, durou quase duas horas de pura alegria e irreverência. No asfalto, a Corte Momesca, à frente da bateria do bloco, compartilhou seu brilho e sua ginga, dividindo espaço com a madrinha da bateria, Gabriela Carolina.

carnaval-savassi-bh-2015

Trema da Linguiça atravessa a Praça da Savassi

Esta é a oitava vez que o Trema na Linguiça desfila no Carnaval de Belo Horizonte. Em sua origem, a paixão de amigos pelo carnaval. “Começamos com umas duzentas pessoas no desfile, depois aumentou. Eu quero que chegue ao máximo a mil”, comenta um dos organizadores do bloco, Alex Capella.

Ainda no sábado, na rua Fernandes Tourinho, na Savassi, a diretoria do Bloco Diz que me ama, pô!, marcou presença desde o meio-dia. A banda tocou velhas marchinhas, revisitou Mamonas Assassinas e mestres do samba, boleros e músicas infantis. Enfim, um pouco de tudo, o que agradou em cheio o público, fiel até os primeiros raios de lua.

carnaval-bh-2015

Corte Momesca deu mais brilho ainda ao desfile do bloco Trema na Linguiça

Já no domingo, o Bróquio do Xaixai encheu de ritmo e cor as ruas Bernardo Guimarães e Alagoas, no bairro Funcionários. O tradicional bloco de Diamantina, com origens na mais famosa ainda Bartucada, fez a farra de centenas de pessoas, muitas delas diamantinenses, ou quase, como se denomina a artista plástica Dedé Miwa. “Morei em Milho Verde, estou achando ótimo, Belo Horizonte está abrindo o leque para mostrar a diversidade de Minas”, explica.

O desfile contou com dois bonecos gigantes, um deles homenageou Tiradentes, praça incluída no percurso do bloco, cujo trajeto levou quase duas horas para voltar ao ponto inicial. À frente do Xaixai, o artista plástico Marcelo Brant expressou seu contentamento: “Há 12 anos ‘puxo’ o xai-xai, e pela primeira vez aqui. O meu intuito é divulgar a cultura do Jequitinhonha, e o Carnaval é a pura expressão da arte popular diamantinense”, explica enquanto agita o estandarte que empunha, produção própria de seu ateliê. “Xai-xai é bartucada e BH é a minha segunda terra”, finaliza, antes de ganhar a rua.

Veja a programação completa do Carnaval de BH 2015 no site oficial | Fotos: Nathalia Torres

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*