Início / Aviação / Avião Restaurante: Pizzaria com asas em Santa Catarina
aviao-pizza

Avião Restaurante: Pizzaria com asas em Santa Catarina

Durante uma viagem de avião é quase unanimidade de que ninguém gosta de comida de avião. Agora, e que tal se este avião tivesse uma equipe especializada em gastronomia e nada de turbulências para atrapalhar o jantar?

A dica de hoje é de um avião antigo que acabou virando um restaurante, ou melhor, uma pizzaria. A ideia foi de um empresário de Santa Catarina, apaixonado por aviões e pizzas.

Existem muitos aviões que acabam sendo utilizados de forma diferente. Na Suíça há um restaurante bacana dentro de um avião russo, pertinho de Praga, na República Tcheca, eu mesmo vi pessoalmente um desses aviões-restaurantes.

Postei no página do Meio Aéreo do Facebook a foto do avião em Praga e as pessoas comentaram de que havia um desses no Brasil. Fui pesquisar e realmente existe isso no Brasil, e como aqui tudo parece acabar em pizza, o avião de fabricação japonesa YS-11 virou uma bela pizzaria!

Achei muito legal a ideia e escrevo abaixo o endereço do restaurante para quem desejar visitar o local e voltar aqui para contar como foi esta experiência! Adoro essas coisas.

O avião que virou restaurante e pizzaria

aviaopizza

Essa é a Pizzaria do Avião, que fica próxima a Porto Belo, município de Tijucas-SC, na BR 101 – KM 159.

Quem passar pela BR 101, na altura de Tijucas e Itapema irá ver.

A história do restaurante e do avião remonta a antiga companhia aérea brasileira – Cruzeiro do Sul. Em 29 de Abril de 1977 o avião sofreu um acidente durante a aproximação para pouso no aeroporto de Navegantes. Com a baixa visibilidade devido a nevoeiro, o piloto do avião fez a aeronave tocar a pista 450 metros depois da cabeceira.

Após o toque a tripulação perdeu o controle do avião, saindo pela lateral da pista e colidindo com postes de iluminação, tendo os trens de pouso arrancados . O YS-11 foi retirado de operação e ficou alguns anos parado no aeroporto.

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*