Início / Aviação / Aplicativo pretende facilitar o trabalho de tripulantes
boeing 747-800

Aplicativo pretende facilitar o trabalho de tripulantes

vCabin: o futuro da aviação na palma da sua mão

Pesquisadores da Boeing testam modelo de aplicativo a ser utilizado por passageiros e tripulação em aeronaves comerciais

A experiência de voo dentro de cabines de aviões comerciais passará por uma revolução em um futuro não muito distante.

Engenheiros da Boeing estão estudando novos modelos de interação entre passageiros, tripulação e aeronave por meio de smartphones e outros dispositivos móveis.

O objetivo central é tornar a experiência de voo mais personalizada e abrir caminho para a introdução de inovações que transformarão por completo a experiência de passageiros e tripulação a milhares de pés de altura.

Imagine, por exemplo, saber de antemão na tela de seu celular se o lavatório está livre ou se levantar de seu assento naquele momento será um desperdício.

Ou um passo além, conseguir controlar a intensidade das luzes em sua poltrona e até mesmo pedir refeições e bebidas apenas acionando controles em seu celular.

Essas são algumas das inovações atualmente testadas por engenheiros do Centro de Desenvolvimento de Produtos em Aeronaves Comerciais da Boeing em Everett, nos Estados Unidos, dentro de uma réplica de cabine de avião equipada com sensores de alta tecnologia: a vCabin.

A cabine possui uma extensa rede de conexões sem fio, por meio das quais diferentes tecnologias se comunicam.

A vCabin é uma excelente ferramenta para testar as ideias criativas que surgem para futuras melhorias de cabine.

Nós podemos colocá-las em prática e obter uma avaliação real das inovações em ação”, comenta Deborah Regan, principal pesquisadora do Centro de Desenvolvimento de Produtos da Boeing.

Um exemplo de tecnologia testada recentemente, segundo a pesquisadora, refere-se à conectividade e conveniência do passageiro durante o voo.

O teste envolveu conectar dispositivos inteligentes para luzes de leitura e outros recursos, por meio de pequenos chips embutidos perto de recursos específicos, sem a necessidade de conexão a redes sem fio.

Segundo Regan, a conexão com o chip é segura e não está conectada aos sistemas críticos de voo do avião ou ao sistema de entretenimento tradicional.

Os tripulantes de cabine, por sua vez, também podem usar a tecnologia para monitorar os sistemas de cabine durante o voo e se certificar de que tudo esteja funcionando no mais alto nível”, explica a pesquisadora.

Se há um problema, o dispositivo de cabine pode informar automaticamente ao pessoal de manutenção em solo para que ele possa ser consertado imediatamente após a aterrissagem.

Ele também poderia fornecer à tripulação informações sobre passageiros frequentes, incluindo localização exata do assento e as suas preferências, o que ajudaria a prestar um serviço personalizado ao cliente.

Além disso, a tripulação pode monitorar o status dos lavatórios, os pedidos dos passageiros ou controlar a iluminação da cabine.

“Toda essa informação seria exibida em tablets, smartphones ou relógios que os membros da tripulação iriam monitorar”, diz Regan.

“Nós estamos realmente pensando em ultrapassar os limites do que conhecemos hoje”, complementa Dan Bittner, engenheiro-chefe de Desenvolvimento de Produtos da Boeing. “Isso é exatamente do que se trata a ferramenta vCabin: ultrapassar limites e acelerar a tecnologia através de demonstração e desenvolvimento rápidos”.

Via Ideal HKS

Assista o vídeo explicativo sobre a vCabin (disponível somente em inglês):

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*