Início / Aviação / Comissário de Voo / Alfabeto Aéreo: a linguagem da aviação

Alfabeto Aéreo: a linguagem da aviação

Pense na seguinte cena: – Um comandante de uma aeronave comercial da TAM Linhas Aéreas se aproximando para pouso no Aeroporto Internacional de Frankfurt, na Alemanha.

O piloto ao se aproximar precisa ao menos dizerà torre de controle de tráfego aéreo daquele paíse o prefixo de sua aeronave e o código de seu voo. Por exemplo, os voos da TAM começam com o a sigla “JJ”. Então o voo pode ser JJ 8071, por exemplo.

Como acredita que ele deva se comunicar com a torre alemã? Falando no rádio “jota jota”? Ou seja, pronunciando, em português, a letra “J” duas vezes? Ou ele deveria dizer “jay jay”, a pronúncia da letra “J”, em inglês? Mas ele está pousando na Alemanha. Deveria falar em alemão?

Em contrapartida, o piloto da TAM precisa receber da torre de controle o código da pista em que tem autorização para pousar, além da altitude e outra série de informações, transmitidas por meio de letras e números.

A vida dos passageiros à bordo depende da correta comunicação entre tripulantes e controladores de tráfego aéreo. É para isto que serve o alfabeto fonético.

Uma outra situação. Imagine um agente de aeroporto da TAM, trabalhando no Aeroporto Internacional Charles De Gaulle, em Paris. Ele precisa avisar seu superior que um passageiro que embarcaria no voo JJ 8088 teve um problema pessoal, não irá embarcar e precisa tirar suas bagagens do voo.

Pense ainda em uma situação mais complicada. Imagine como a tripulação de um helicóptero de resgate da FAB se comunicaria, de modo eficiênte, ao resgatar uma embarcação japonesa perdida no meio do Oceano Atlântico, informando coordenadas e dando orientações aos orientais. Em que língua se comunicariam?

O Alfabeto Fonético Internacional serve para todos estes casos. Se você trabalha em uma empresa aérea já deve ter ouvido falar. Agora, mesmo que você não atue na aviação, saiba que quando você liga para uma companhia aérea a atendente já está familiarizada com o Alfabeto Internacional. Você, como passageiro, evitará transtornos e tornará sua conversa mais ágil e eficiente utilizando-o.

Os pilotos civis, os navios mercantes, os barcos de passeio, os veleiros, a aviação internacional, todos usam o mesmo código, o que torna muito mais simples e confiável a comunicação.

Confira abaixo como dizer cada letra e número, usando o código internacional. Você agora pode falar com a atendente da empresa área usando o mesmo código que ela usa ou se comunicar da forma correta com seus colegas de empresa.

Vale a pena salvar entre os seus favoritos ou até mesmo imprimir.

alfabeto fonetico


Alfabeto da Aviação – dicas para decorar

Todos que trabalham na aviação, turismo e hotelaria mais cedo ou mais tarde irão se deparar com siglas fonéticas para as letras do alfabeto. Este conjunto de palavras é universal e auxilia a comunicação e o perfeito entendimento do que o interlocutor está se referindo.

Pode parecer estranho ou difícil de se memorizar, porém vejam abaixo a “história do alfabeto radiotelefônico” (alfabeto Zulu) – uma estória “sem pé nem cabeça”, mas que pode facilitar a memorização deste conjunto de fonemas, essencial para quem trabalha na aviação, turismo e hotelaria.

ALFA ficou BRAVO ao saber que CHARLIE, comissário de bordo da DELTA, dono de um ECHO esporte e um FOXTROT, foi de GOLF pro HOTEL, onde conheceu uma linda INDIA chamada JULIET.

Ela era de LIMA, o largou e casou-se com MIKE em NOVEMBER. Ganhou o OSCAR e foi abençoada pelo PAPA em QUEBEC. Outro azarado foi ROMEU que subiu a SIERRA, dançou TANGO de UNIFORME com VICTOR depois de tanto WHISKY, acordando com o X-RAY de um YANKEE chamado ZULU.

Provavelmente foi criada por algum tripulante enquanto estava de reserva no D.O. E você tem alguma sugestão de história para memorizar os fonemas? Escreva nos comentários a sua versão!

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*