Início / Aviação / Airbus comemora 10 anos do A380 com um pouso ou decolagem a cada quatro minutos
a380

Airbus comemora 10 anos do A380 com um pouso ou decolagem a cada quatro minutos

Mais de 150 A380 são operados atualmente por 13 companhias aéreas

Quando o A380 realizou seu voo inaugural, há 10 anos, ficou claro que a Airbus mais uma vez estava moldando o futuro do transporte aéreo.

Uma década depois, a visão e a paixão da companhia pela aviação mantêm o A380 na vanguarda. Ao oferecer uma aeronave muito grande, a fabricante atende às diferentes expectativas dos passageiros e corresponde à tendência de crescimento do tráfego aéreo, ao mesmo tempo em que gera receitas significativas para suas operadoras.

Essa realidade é ilustrada com o uso atual do A380 por companhias aéreas em quase 100 rotas, para 45 destinos, o que permite conectar grandes aeroportos, acomodar o crescente tráfego em segmentos regionais intensos, conectar hubs às principais cidades e atender voos domésticos bastante procurados.

Em algumas rotas, as aeronaves A380 são operadas em diversas frequências – até sete por dia. O incomparável espaço interno do A380 permite que operadoras escolham a configuração de cabine que atenda às necessidades de rotas específicas e preferências dos passageiros.

Por exemplo, muitas companhias aéreas têm incorporado uma cabine econômica premium, adicionando assentos de receita mais alta na classe econômica, enquanto mantêm a capacidade de passageiros. Segundo Frank Vermeire, Head de Marketing do A380 na Airbus, como resultado, as aéreas podem aumentar o rendimento médio por passageiro e gerar, aproximadamente, US$ 13 milhões em receita adicional para cada um de seus A380 anualmente.

A Airbus também oferece um layout de classe econômica Budget, com 11 assentos por fileira, o que mantém o padrão de conforto oferecido pelaa empresa com assentos de 18 polegadas de largura.

“No entanto, não vamos parar por aqui, já que temos algumas inovações de cabine que visam uma ainda maior otimização do espaço, permitindo, portanto, que adicionemos mais assentos nas classes executiva e econômica premium”, acrescenta Vermeire. “A nova e mais alta configuração de contagem de assentos, em conjunto com o aumento no rendimento, gerará até US$ 20 milhões por ano em receitas adicionais por A380”, afirma o executivo.

A cabine do A380 também possibilita outros aprimoramentos nas ofertas de primeira classe e classe executiva, incluindo suítes privadas de três cômodos para os viajantes mais exclusivos, assim como modificações para maior de capacidade de passageiros – com uma companhia aérea anunciando uma configuração de duas classes e 600 assentos.

Ao desenvolver o A380, as equipes de Airbus consideraram os mais altos padrões tecnológicos e de design, introduzindo inovações do nariz à cauda. Isso inclui o Runway Overrun Prevention System (ROPS) para maior segurança durante a aterrissagem e a tecnologia de rede AFDX®(backbone) para envio e recebimento de dados a bordo – ambos usados no A350 XWB e reconhecidos como benchmark no setor.

A Airbus lançou a campanha de marketing “Amor ao Primeiro Voo” em 2011, capturando as emoções dos passageiros após suas primeiras experiências com o A380, um sentimento que os faz voltar a voar em sua aeronave preferida.

Atualmente, 317 aeronaves A380 foram vendidas para 18 clientes – representando uma fatia de 90 por cento do mercado de aviões muito grandes. Mais de 150 A380 são operados atualmente por 13 companhias aéreas, transportando, aproximadamente, dois milhões de passageiros por mês. Em algum lugar do mundo, um A380 decola ou pousa a cada quatro minutos.

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*