Início / Aviação / Airbus inicia montagem final do A350-1000
Airbus inicia a montagem final do primeiro A350-1000 em Toulouse
Airbus inicia a montagem final do primeiro A350-1000 em Toulouse

Airbus inicia montagem final do A350-1000

AIRBUS – O maior membro da Família A350 XWB se torna realidade.

A Airbus começou a montagem final do primeiro A350-1000, programada em sua Linha de Montagem Final (Final Assembly Line – FAL), em Toulouse, na França.

O modelo, um dos três aviões de teste a serem construídos, decolará para seu primeiro voo experimental até o fim de 2016. Já as entregas do A350-1000 serão iniciadas em meados de 2017.

Para garantir uma integração harmoniosa do A350-1000 na FAL, ao mesmo tempo em que cresce a produção do A350-900, a Airbus incluiu três estações de montagem adicionais. Para maximizar a flexibilidade, todas as estações na FAL do A350 XWB poderão ser utilizadas para ambos os modelos.

Airbus A350 da LATAM

Atualmente na “Estação 50” para a instalação da fuselagem e do trem de pouso de nariz, o primeiro A350-1000 será em seguida transportado para a “Estação 40”, onde as asas, o trem de pouso principal, pilões e a cauda da aeronave serão instalados. Para economizar tempo e otimizar o processo de montagem do A350, a Airbus iniciou a preparação da cabine e do primeiro sistema elétrico em paralelo ao trabalho de montagem estrutural. Depois de completar esse estágio, a aeronave continuará no processo de montagem para as atividades finais de estrutura, testes de solo, pintura, finalização da cabine e cock-pit e instalação dos motores, antes de ser transferida para o centro de voos teste.

Enquanto oferece um alto grau de comunalidade com o A350-900, o A350-1000, que tem 74 metros do nariz à cauda, é a versão com mais longa fuselagem da nova família de aeronaves wide-body da Airbus. O A350-1000 será equipado com motores Rolls Royce Trent XWB-97, os mais potentes já desenvolvidos para uma aeronave da Airbus. O A350-1000 poderá transportar confortavelmente 366 passageiros em uma configuração típica de três classes e voar em rotas de aproximadamente oito mil milhas náuticas, o que representa uma vantagem significativa em geração de receita para seus operadores. Até agora, a Airbus já recebeu 181 encomendas de 10 clientes pelo modelo

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*