Início / Aeroportos / Aeroporto de Ribeirão Preto poderá ter licitação a partir de Setembro deste ano

Aeroporto de Ribeirão Preto poderá ter licitação a partir de Setembro deste ano

Aviação Regional 2015 – O processo de licitação para as obras do aeroporto Leite Lopes, em Ribeirão Preto, pode ser iniciado a partir de Setembro deste ano.

É quando a licença ambiental e o anteprojeto do aeroporto deverão ficar prontos, segundo cronograma de trabalho do governo federal. Paralelamente a isso, caberá ao Estado fazer intervenções fundamentais para a conclusão da obra do aeroporto.

O ministro explicou aos presentes que as alterações na pista de pouso e decolagem previstas no projeto só poderão ser feitas após a desapropriação de 390 mil metros de área e da construção de um mergulhão na Avenida Thomas Alberto Whathely, ambas de responsabilidade do governo paulista. A priorização da obra do mergulhão e do terminal de passageiros foi debatida em uma reunião entre todas as partes envolvidas no processo, no último dia 26. Um novo encontro está marcado para o próximo mês.

O ministro Eliseu Padilha defendeu que as obras dos governos federal e estadual sejam feitas paralelamente para acelerar o processo.

“A nossa parte, no que diz respeito ao terminal, podemos iniciar assim que tenhamos as licenças. Nós estamos cumprindo o nosso cronograma e temos certeza que o estado também cumprirá o dele. Seria muito importante que conseguíssemos concluir as questões no mesmo momento para iniciar a obra do aeroporto como um todo”, defendeu Padilha.

Programa de aviação regional 2015

Incluído no programa de aviação regional, o aeroporto de Ribeirão Preto Leite Lopes receberá aproximadamente R$ 250 milhões em investimentos.

Será construído um novo terminal de passageiros com área aproximada de 30 mil m²; a pista de pouso e decolagem passará de 2.100 para 2.500 metros, com recuo de 500 metros na cabeceira 18; os pátios de aeronaves existentes hoje serão reforçados e ampliados, totalizando 78,367 m² de área com 20 posições de estacionamento. E ainda será construída uma nova seção contra incêndio de 165 m², além da reforma da seção que já existe.

Com as alterações, o aeroporto estará apto a receber um Boeing 767, o maior avião em atividade hoje nos céus brasileiros. “O aeroporto de Ribeirão Preto tem uma representação nacional muito significativa e deve contar com este retorno do governo federal. Vamos ter em Ribeirão um aeroporto para atender a população durante vários anos”, comemorou o ministro.

***

Veja as próximas etapas do trabalho do governo federal em relação ao Leite Lopes:

Maio/15 – nova reunião para aprovação preliminar do Daesp do anteprojeto do terminal de passageiros e discussão quanto à definição das obras a serem executadas pelo governo do estado (mergulhão)

Junho/15 – previsão de conclusão do plano de controle e início da fase final de elaboração do projeto.

Setembro/15 – previsão de conclusão do anteprojeto.

Via Assessoria de Imprensa

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*