Início / Aviação / Comissário de Voo / Aeromoça fala sobre a profissão

Aeromoça fala sobre a profissão

Aeromoça – Quando estamos nos preparando para ingressar em alguma profissão é sempre interessante ouvir a opinião de quem já atua na área.

Desse modo, o Portal Meio Aéreo está sempre buscando entrevistar profissionais da aviação e turismo a fim de ajudar nossos leitores a esclarecerem algumas dúvidas e matarem a curiosidade de como é, por exemplo, atuar como comissária de voo.

Ser comissária de voo mudou minha vida!

A entrevistada desta vez é a aeromoça Michelle Nunes, 23 anos. Nascida em Campinas, já atuava em companhia aérea desde os 18 anos e virou tripulante aos 20 anos, data da entrevista a seguir, retirada do site da Flight Center.

Por que você escolheu a profissão de comissária de voo?
É uma profissão apaixonante, como todas tem momentos bons e ruins, mas para mim é uma grande oportunidade de crescimento pessoal e profissional, fazendo aquilo que me faz bem…..conhecer pessoas, aprender com elas, conhecer lugares e ensinar aos outros o que eu tenho de novo para passar, sem claro esquecer que além de tudo isso somos bem remunerados e na empresa onde trabalho, tenho oportunidades de crescimento (basta querer e se empenhar para isso)…. bom tem milhões de coisas para falar sobre essa profissão maravilhosa, mas já ta bom….

O que fazia antes de ser comissária?
Trabalhava na loja da TAM no aeroporto de Congonhas – SP

O que você achou mais importante no curso de formação de comissários?
Tudo foi importante, principalmente a matéria, pois precisei desses conhecimentos mesmo após ter passado na ANAC, para dar continuidade no treinamento que recebi na empresa (que alias era reprobatório !!!!!!!), fui bem instruída e isso foi o mais importante para mim.

Como foi o treinamento na selva e mar?
Depende do ponto de vista……achei ótimo porque adoro esse tipo de treinamento, para quem não gosta de mato, inseto, etc, talvez não tenha sido tão gostoso assim…Mas uma coisa em comum para os dois tipos de pessoas, foi fundamental e muito bem elaborado não exigiu alem do necessário e foi muito satisfatório (me diverti muito).

Fale do processo seletivo na TAM , como foi?
Como eu já havia feito processo seletivo para entrar na loja do aeroporto eu fui direto para a segunda faze da seleção, entrevista pessoal, onde respondi a varias perguntas feitas pelas selecionadoras, sempre sorrindo e na presença dos demais colegas que pleiteavam o cargo de comissária de bordo, mas não é um “bicho de sete cabeças” nós sabemos responder todas as perguntas, o mais importante é manter a calma, para isso que a escola passa como se portar durante a entrevista, da para “tirar de letra” (risos).

A seleção foi como que você esperava?
Foi, fiquei suando, com medo, mas na medida do possível mantive a calma e depois de 20min eu já estava mais confiante e segura. (achei até que seria mais difícil, nunca achei que seria mais fácil) isso me tranquilizou.

Dinâmica de grupo sempre deixa uma preocupação. Como você se saiu?
Sim, eu não tinha certeza do objetivo da dinâmica, o que eles queriam que eu fizesse isso me deixou apreensiva, mas acho que fui bem.

Quando lhe avisaram sobre a aprovação para iniciar o treinamento na empresa, qual foi a reação?
Alegria total, objetivo conquistado e é claro, liguei correndo para contar para quem estava ansioso para saber…..Meus pais….a sensação foi “Consegui, eu sabia que conseguiria, eu mereci, primeira etapa do meu sucesso garantida”. Claro que essa confiança toda vem depois do “APROVADA”….risos.

Como mudar para São Paulo?
Toda mudança de rotina é difícil, no começo eu chorava muito e revezava as ligações entre meu pai e minha mãe, ligava sempre durante a madrugada, para mim era o momento mais difícil do dia, mas foram só semanas, a saudade não diminuiu, mas me adaptei e hoje adoro minha casa (São Paulo) e mantenho contato com meus amigos da Americana e Campinas e com meus amigos de São Paulo….(agora tenho 3 casas e o dobro de amigos!!!!!!!!!)

O que você costuma fazer em suas folgas?
Cinema, barzinho, passeio pela cidade, parques, visito meus pais e amigos, viajo….nossa tem bastante coisa.

No período de treinamento na TAM , qual foi a matéria que você mais gostou ?
Marinharia, emergência e atendimento de bordo.

Você esta estudando ou pretende estudar algum idioma para fazer voos internacionais?
Sim, foi a primeira etapa ainda, quero voar mais longe, quero aprender mais idiomas para com certeza voar nos voos internacionais, cada vez precisa mais, rotas novas, oportunidade eu tenho, mas falta o idioma, já estou providenciando.

Qual sua mensagem para os alunos que estão ansiosos para voar?
Objetivo é tudo na vida, oportunidades tem e muitas, se continuar no ritmo que esta, vai faltar comissário para tantas aeronaves pelo mundo, basta correr atrás do que deseja e se dedicar que todos conseguem. Essa profissão é maravilhosa e sonho de muitas pessoas novinhas e também velhinhas, maior parte das pessoas desejam mas colocam empecilhos no próprio futuro… Não é sonho, é real, possível e lindo.

Foto: Google Images

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*